segunda-feira, 25 de maio de 2009

todas as ruas do amor

pela primeira vez desde que me lembro não liguei nada ao festival da canção este ano (shame on you!!).. e por acaso foi uma pena porque parece que a coisa até resultou bem, não foi? pois bem, também só hoje é que me lembrei de ir ver a música e o que eu tinha estado a perder:



qui liiindo!! :D
gostei mesmo muito, já se está mesmo a ver o que amanhã vou cantar para mim lá pelos corredores da faculdade :))



olha olha...só ag é que reparei que a querida lucy também participou..e com uma mensagem muito original (yes we can)! sinceramente rapariga, vais de mal a pior... não sei como não ganhou ela, mas ainda bem... a crise já deve ter chegado ao seu grupo de fãs ;)

7 comentários:

Psigma disse...

A Luciana Abreu ganhou, sim, há uns anos, pelo menos, o festival no nosso país. E, sim, a música era má de mais :(

A mais nova disse...

sim, já foi ha algum tempo...com o outro da OT, rui qq coisa.
yes we can.. q idiotice, sinceramente!

P. disse...

eu amei esta nossa musiquinha. foi tão linda, fresca e fofa :)

A mais nova disse...

mesmo! ainda não parei d a ouvir lol

Alexandra disse...

Também gostei muito da música dos Flor-de-Lis. Era diferente daquelas musiquinhas do costume, sempre todas muito iguais, sem ritmo, sem instrumentos, só uma batida e pronto, tá a andar.
A música da Luciana era o medo. Felizmente, não ganhou. E originalidade: zero! (Seriously, "Yes, we can"???)

A mais velha disse...

vê o cenário do palco na eurovisão! lindo! :)

Pereska disse...

Estou verdadeiramente surpreendida por ver que, de facto, mais pessoas concordam que os Flor-de-Lis nos trouxeram uma música étnica e bonita, enquanto que a Lucy revelou mais uma vez o lixo em que se tem tornado. Não é que a música dela fosse má de todo, seria definitivamente uma opção muito forte para a Eurovisão, visto que eles nos últimos anos (principalmente desde que começaram a entrar os países de leste) dão mais valor à pimbalhada e a meninas bonitas. Felizmente Portugal optou por não perder a seriedade e arriscar uma música de qualidade. O instrumental é perfeito, a voz da Daniela também, embora no festival tenha estado demasiado nervosa. Chama-se humildade, coisa que a Lucy não tem. ;P