quinta-feira, 25 de abril de 2013

E esse 25?

Eu celebrei a LIBERDADE concedendo-me a mim própria autorização para me descalçar e esticar as pernas ao comprido no sofá. Bons tempos, estes :)

E vocês?


Só uma chamada de atenção: não estou a gozar com a situação grave do País, que também me afeta, e não podia sentir mais admiração por todos aqueles que lembram o que este dia representa para nós, indo para a rua e reclamando os seus direitos (os de todos nós), que parece que se foram perdendo entretanto... Por egoísmo, ou por outros motivos, eu escolhi celebrar Abril mais voltada para mim, este ano. Apenas isso...

4 comentários:

Vivi disse...

Pois já fomos duas. A palavra "liberdade" cada vez deixa mais de fazer sentido no País em que vivemos.
Bom fim-de-semana.
Bjs

Rafeiro Perfumado disse...

Não entendi o esclarecimento, afinal o 25 de Abril serviu para devolver a liberdade, certo? Beijoca!

Rose Sousa disse...

Olá! Vim conhecer teu blog e estou encantada com seu grito de liberdade. temos que nos dedicar um tempo.Tem uma tag pra você no meu blog, gostaria que você participasse, é uma forma de fazermos mais amigos e é com muito carinho que te convido. Uma doce saudação do meu "Coração de Fera e Transbordando meus Lagares e A prática do educador". Linda semana!

A mais velha disse...

Pois é, Vivi, por vezes também sinto isso... mas tudo depende do sentido que damos à liberdade e a verdadeira liberdade é a interior... há que buscá-la... :)

Tens razão, Rafeiro Perfumado, acho que foi apenas um pequenino sentimento de culpa irracional... :)

Rose Sousa, muito bem-vinda e muito obrigada! Visitarei, sem dúvida, os teus espaços e tentarei participar! Um beijinho!